postado por Rayanne Danielly em 06 julho 2011

Saga Crepusculo

   Não tem como eu não falar da Saga Crepúsculo, sei que todo mundo já conhece ou ouviu falar e sei também que tem pessoas que já estão cheias dessa história (não entendo como).

   Todo mundo que são apaixonadas por livros, e de um jeito ou de outro iniciou sua paixão por um livro que marcou sua vida, para mim crepúsculo foi o primeiro livro que li (não que eu não tenha lido outros livros antes dele, pelo contrario), aquele que definiu o tipo de livro que eu atualmente gosto de ler. Quem já sentiu isso sabe o que eu quero dizer, quando você  pela primeira vez se sente como se fosse parte do livro e mergulha de cabeça na história. Meus exemplares da saga são meu xodó, meus tesouros se eu pudesse tinha plastificado, emoldurado e colocado eles na parede.
       Como aconteceu com muita gente eu primeiro assisti o filme e gostei muito, ai eu disse a mim mesma se o filme é tão bom imagine o livro. E quando termine o livro fiquei imprecionada e até irritada pois no filme editaram muitas partes boas que não deveria faltar. O livro é ótimo, perfeito é o que eu acho. A história de Edwand e bela é a mais bonita e interessante que eu já li.
     Então fica a dica pra que não leu: o livro é 100 vezes melhor que o filme.


     A saga é composta de quatro livros: crepúsculo, lua nova, eclipse e amanhecer, e fora os que não fazem parte da saga como o inacabado Sol da Meia-noite que é a versão do Edward do crepúsculo e a breve segunda vida de Bri Taner. 



Crepúsculo
      "Nunca pensei muito em como morreria - embora nos últimos meses tivesse motivos suficientes para isso -, mas, mesmo que tivesse pensado, não teria imaginado que seria assim. (...) Sem dúvida era uma boa forma de morrer, no lugar de outra pessoa, de alguém que eu amava. Nobre, até. Isso devia contar para alguma coisa."

Isabella Swan chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks - último lugar onde gostaria de viver. Tenta se adaptar à vida provinciana na qual aparentemente todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen.
Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella - o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo "amor proibido", alerta: Sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela.
O que Bella não percebe é que quanto mais se aproxima dele, maior é o perigo para si e para os que a cercam. E pode ser tarde demais para voltar atrás...


'' De três  coisas eu estava convicta.
  Primeira, Edward era um vampiro.
Segunda havia uma parte dele
 - e eu não sabia que poder essa parte teria -
que tinha sede do meu sangue.
E terceira, eu estava incondicionalmente e irrevogavelmente apaixonada por ele.''


Lua Nova
Depois de recuperar-se do ataque de vampiros que quase a matou, Bella decide celebrar seu aniversário com a família Cullen. Entretanto, um pequeno acidente durante as festividades faz com que ela sangre, fato que se prova intenso demais para os vampiros e quase a mata de novo, então Edward decide deixar a cidade para o bem dela. E ela fica sozinha com o seu coração partido.
  ''O tempo passa. Mesmo quando isso parece impossível. Mesmo quando cada batida do ponteiro dos segundos dói como o sangue pulsando sod um hematoma. Passa de modo inconstante, com guinadas estranhas e calmarias arrastadas, mas passa. Até para mim.''   
    No meio de tanto sofrimento, Bella encontra amparo em Jacob. A amizade dos dois é tão forte quando o amor de Bella e Edward e o que deveria ser um alento para ela logo se transforma em agonia, uma vez que Jacob também tem um segredo que não pode ser revelado...
Até que encontra Edward novamente.
''Eu sabia que nós dois corríamos um risco mortal.
Ainda assim naquele instante, eu me senti bem. Inteira.
Pude sentir meu coração batendo no peito,
o sangue pulsando quente e rápido por minhas veias de novo.
Meus pulmões encheram-se do doce aroma que vinha da pele dele.
Eu estava perfeita - não curada,
mas como se nunca tivesse havido ferida.''

Eclipse
"´Bella? A voz suave de Edward surgiu atrás de mim. Eu me virei e o vi disparando com leveza pela escada da varanda, o cabelo esvoaçando. Ele me tomou nos braços num só movimento, como havia feito no estacionamento, e me beijou de novo. Esse beijo me assustou. Havia tensão demais, foi brusca demais a pressão de seus lábios nos meus - como se ele estivesse com medo de termos pouco tempo para nós dois."

Havia algo que Edward não queria que eu soubesse. Algo que Jacob não teria escondido de mim. Algo que pôs tanto os Cullen quanto os lobos no bosque, movendo-se juntos numa proximidade perigosa. (Algo que eu, de algum modo, esperava. Que eu sabia que aconteceria de novo, tanto quanto desejava que jamais acontecesse. Nunca teria um fim, teria?"
 Enquanto Seattle é assolada por uma sequência de assassinatos misteriosos e uma vampira maligna continua em sua busca por vingança, Bella está cercada de outros perigos. Em meio a isso, ela é forçada a escolher entre seu amor por Edward e sua amizade com Jacob - uma opção que tem o potencial para reacender o conflito perene entre vampiros e lobisomens. 
 Com a proximidade da formatura, Bella vive mais um dilema: vida ou morte. Mas o que representará cada uma dessas escolhas? 

Amanhecer
"Quando se ama aquele que vai matá-la, não restam alternativas. Como se pode correr, como se pode lutar, quando essa atitude magoaria o amado? Se sua vida é tudo o que você tem para dar ao amado, como não dá-la?"

Estar apaixonada por um vampiro é tanto uma fantasia como um pesadelo, costurados em uma perigosa realidade para Bella Swan. Empurrada em uma direção por sua paixão por Edward Cullen, e em outra por sua ligação com o lobisomem Jacob Black, ela resistiu a um ano de tentação, perda e conflito. O momento da escolha entre ser parte do mundo dos imortais e permanecer humana é o marco que poderá mudar o destino dos clãs de vampiros e de lobisomens.
Agora que Bella tomou sua decisão, uma assustadora corrente de acontecimentos está para se desdobrar, com consequências devastadoras. Quando as feridas parecem prontas para ser cicatrizadas, e os confrontos da vida de Bella, resolvidos, isso pode significar a destruição. Para sempre.
''Não tenha medo - murmurei
-Nós pertencemos um ao outro.
De repente fui dominada pela verdade de minha palavras.
Aquele momento era perfeito, tão certo,
que não havia dúvida.
Seus braços me envolveram, apertando-me contra ele (...)
Eu tinha a sensação de que cada terminação nervosa do meu corpo
era um fio desencapado
-Para sempre- concordou ele.''

Crepúsculo desafiou a imaginação. Lua Nova deixou os leitores sedentos por mais. Eclipse transformou a série em um fenômeno global. Amanhecer, livro que todos os fãs esperavam, encerra a saga de paixões e perigos com um desfecho de tirar o fôlego.

Quando se ama aquele que vai matá-la, restam alternativas? Como correr e lutar sabendo que essa atitude magoaria seu amado? E como não se render a eternidade, mesmo que por amor?


0 comentários:

Postar um comentário