postado por Rayanne Danielly em 07 junho 2013

#14

   Meu coração caiu um pouco.
  É claro que era ele. Eu parei e olhei para trás, e Denny parou comigo, observando a banda também. Quando estávamos indo embora, a música tinha mudado. Já não era bem rock, a batida era mais lenta e a voz de Kellan ficou mais baixa e suave, mais sexy, se isso fosse possível. Mas não foi isso que me fez parar e escutar.
   Foram as palavras. Elas eram lindas, de partir o coração mesmo. Era uma declaração poética de amor e perda, insegurança e até mesmo morte. De querer que quem ficou para trás se lembrasse dele como uma pessoa boa, uma pessoa digna de ser lembrada. As meninas insípidas, que tinham duplicado em número, ainda estavam clamando por sua atenção. Elas nem pareciam reconhecer a mudança de tom da música. Kellan estava completamente diferente.
   Ambas as mãos estavam enroladas ao redor do microfone e ele olhou para a multidão, os olhos desfocados, absorto na música. Seu corpo inteiro estava perdido para as palavras, e parecia vir do fundo da sua alma.
Quando a outra canção havia sido apenas divertida, esta era pessoal; obviamente, significava algo para ele.
Parou minha respiração.
Thoughtless 
S.C. Stephens


0 comentários:

Postar um comentário