postado por Rayanne Danielly em 17 janeiro 2014

#33

   

 Estou bem ciente de quão patético é a minha única rota de fuga, meu melhor amigo, é um objeto inanimado, e brinquedo de criança para alguém que tem dezessete anos e pronta para começar o seu último
ano do ensino médio. Mas é tudo o que eu tenho, então eu ando mais rápido, ignorando a leve chuva que começa a cair, enquanto planto os pés no chão bem gasto, e eu subo tão rápido quanto eu posso com um
pequeno salto.
    O vento sopra em mim a toda velocidade, como uma tempestade. Sinto a carne quente e inchada no meu queixo, vai deixar uma contusão para começar o ano escolar amanhã.
Não que isso importe. Um saco de pancadas pré-moído não faz diferença para a maioria dos meus torturadores.
Enquanto me balanço mais alto, sinto a tensão liberada, o mundo desaparecendo. Estou aliviada pelo vento que vem enquanto eu me esforço para subir mais e mais.
   Minha mente esta em branco enquanto eu me rendo à sensação.



Heart on a Chain Cindy C. Bennett


0 comentários:

Postar um comentário